AGRADECIMENTOS

Publicado: agosto 29, 2010 em Uncategorized

Agradeço a DEUS por me dar um corpo perfeito para longas provas, longilineo, osso leve, batimentos e recuperação muscular excelentes. Tenho 48 e ainda me sinto um garoto, Goiás ao Rio de Janeiro de SKATE, 2.327 km em 45 dias foi apenas meu retorno após a perda de Papai, vcs não imaginam o que sou capaz de fazer; me aguardem!!!!

A Papai e Mamãe, as tias e primos de BH (tia Wanda e filhos/netos / Bim e Mauricio / Mario e Sonia/Manel/filhos) e Petrópolis.

A Dª Morena Veloso do Piauí com toda família e a João Claudino Junior (ONIX JEANS e HOUSTON) devo muito a estas duas pessoas, sou eternamente grato. Bicicletas CALOI, (Beth “Nossa Srª de Fátima” ela entende isso) valeu mesmo. A Gioacchino D’ambrósio Bicicletas ALFAMEQ.

Aos amigos Dr. JEAN PIERRE HARGREAVES, RICARDO e GUILHERME  ZUGLIANI, SERGIO ANACORETA, MAURIÇÃO DA GUANATUR, Dr ADILSON CAMARGO, DIRETOR NELSON PEREIRA DOS SANTOS, Rafael “Art in Surf” electroline, Laboratório de robótica da PUC Prof. Schawke e alunos, Carol e Marcelo Bispo, PQD Almeida,  todos meus admiradores que direta ou indiretamente e blá blá blá e blá blá blá… vão estar no livro,se eu esqueci alguém, vai me escrevendo q vou editando, aguardem.

Aos melhores da TV BRASILEIRA . O SPORTV E A REDE GLOBO , MARIO FILHO, ANA HISSA, MARIANA CARTIER, JOYCE, IRENE, ROBERTA GARCIA, LYDIA GISMONDI, THIAGO CORREIA, TIAGO, CHAFFI, GABRIEL, PANDA (o mago das edições), BRUNA TALARICO E LETICIA, SOU MUITO GRATO. VOCES VERÃO O QUE É AVENTURA, A PROMESSA SERÁ CUMPRIDA.

SER ENTREVISTADO COM O SKATE NA SERRA DE PETRÓPOLIS,  CHEGADA DA MINHA TERRA NATAL É ALGO QUE JAMAIS ESQUECEREI,  SÓ VCS PARA ME PROPORCIONAREM ESTE MOMENTO ÚNICO. ESTAVA ANÔNIMO NA ESTRADA, PARA MUITOS SEM VALOR ALGUM, É COISA DE MALUCO DIZIAM. HOJE AO OLHAR PARA TRÁS VEJO O QUANTO VALEU SER CORAJOSO, NUNCA FRACASSEI EM UMA BAITA AVENTURA


Se não desisto nunca é porque acredito no meu sonho.

marcelopedalverde

Anúncios

Comecei a andar em 1967 com skates de rodas de ferro, de 12/14 anos embarquei no old school e foram 6 anos na pista de skate de Campo Grande, andei sempre por prazer, viajava para outras pistas, corria campeonatos, nunca imaginei que o skate me levaria a este universo fantástico.

Como sempre falo, fiz a viagem Goiás > Rio de janeiro de skate para homenagear meu pai, e não para tirar onda. Apenas fiquei assustado foi com o foguetório que fizeram por uma simples viagem.

Os recordes são consequência de uma serie de fatores: trabalho bem feito, treinar muito, bater as dois pés no chão de forma igual, fazer de  meus skates os + rápidos do mundo desenvolvendo e aperfeiçoando os modelos que produzo/ nunca temer o treinamento/pressão da estrada.

Missão Ushuaia:

Antes de partir sinto-me apto a marcar mais dois recordes, percorrer em 24 horas mais de 403 kilometros e recorde de distancia sem paradas de apoio onde acredito que possa rodar mais de 450 kilometros, para isso estou trabalhando no projeto.

No fim do ano se DEUS quiser poderei quebrar o último recorde de 12.000 km/461 dias em poder de um neozelandes. Penso em rodar 13/14.000 km em 330 dias partindo da Guiana Francesa e com chegada a Ushuaia.

+ fotos

Publicado: agosto 10, 2010 em Equipamentos

Este equipamento dotado de um telefone Sony w200 gravava a estrada por 12 horas munido de um memory card 2 gigas. apoiado no ombro, foi apelidado de “PAPAGAIO DE PIRATA”  com toda razão. foi mais um dos recursos baratos que encontrei para registrar a estrada e assim comprovar a kilometragem. Papai tem participação direta nele.

Entre as serras de Barroso/Barbacena (Minas Gerais), cansado e super atento aos carros trafegando no piso molhado, avistei ao longe 3 pessoas do outro lado da pista sentados ao meio fio, entre eles tinha uma menina, que ao me ver gritou:  “assim é fácil” ! (nota do autor M.P.V.- Todo andarilho, se acha o ultra-maratonista, todos os outros meios de locomoção, carro, ônibus, etc, são menosprezados em sua jornada). Voltando ao assunto, escutar dela “assim é fácil”, foi punk! Voltei na hora, e num ato de humildade levei na brincadeira, retirando a capa de chuva eles viram com quem tinham “topado” na br. Ficamos amigos de momento sendo homenageado com um baita show a beira da estrada,  que com certeza foi melhor que muitos espetáculos caros que paguei para assistir. O momento captado por uma camera é unico, reparem que o cantor vai se aquecendo, criando uma magia no asfalto sensacional, até os carros entram no palco, interagem com os artistas. Ao término, reparem que foi sem querer mesmo, aviso sobre a Rede Globo sem maldade alguma, apenas tinha visto como camera-man “a cena mágica!”  Mas são eles que “roubam a cena” com todo mérito na matéria do SPORTV, fazem a alegria da reportagem e melhoraram meu astral para prosseguir estrada a frente, fantástico.